>Van Gogh e a influência de seu estado psicológico em suas obras

>

Van Gogh foi um artista que sempre me chamou atenção, tanto por sua arte pós-impressionista, mas também pela forma como ele utilizava as cores vivas em sua tela. Nascido na Holanda em 1854, viveu a maior parte da sua vida na França. Quem observa suas obras fica intrigado com a quantidade de movimentos e cores que expressava. Talvez o que me atrai também seja a vida pessoal deste artista, marcada por uma mudança brusca de comportamento, e isto influenciou muito em suas obras. A obra acima é a “Noite Estrelada” de 1888. Nesta fase de sua vida, Van Gogh já encontrava-se num estado mais agressivo, com ataques violentos, abandonando assim a técnica de pontilhados e adotando curvas em espiral. Fase também que cortou sua orelha.
Suas obras são fantásticas, no entanto, o artista vendeu apenas uma tela durante toda sua vida, que foi a “Vida Encarnada”. Quem diria que este seria um dos maiores artistas impressionistas que o mundo já viu? Ironias da humanidade…
Esta obra acima é denominada “Girassóis”. No fim de sua vida, Van Gogh escreve para o irmão: “Eu pinto como um meio de tornar a vida suportável. Na realidade, nós só conseguimos falar através de nossas pinturas”. Morreu em 1890 devidos aos ferimentos causados por um tiro que deu em si mesmo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s