Encontro com analista – Parte I

Boa noite! Já falei tanto do processo analítico em meu blog (mais ainda no antigo blog) que resolvi fazer um recorte fictício de um encontro com um analista! Para quem ainda nunca foi ao analista, aproveite e fantasie ainda mais sobre esse encontro, para quem já foi, identifique-se com algumas passagens da crônica a seguir…

Boa leitura!

———————————-

Eis que a campainha toca. Um senhor baixo, cabelos grisalhos, óculos ligeiramente inclinados no nariz, abre a porta, e, com um gesto convidativo, recebe a jovem Luise. Ela, desconfiada, adentra aquela sala pouco iluminada, temperatura agradável, decoração um tanto quanto interessante e… o temido divã.

Para sua surpresa, o senhor não a convida para o divã, mas sim para uma das poltronas presentes na sala. Duas poltronas extremamente confortáveis, uma inclinada para um dos lados da sala e a outra de frente. Luise senta-se na que está de frente, ainda desconfiada, sem saber muito bem como proceder. O senhor, gentilmente, a pergunta o motivo de sua presença.

A partir desse momento, milhões de coisas passam por sua mente. Deveria começar contando sobre a briga que teve com sua irmã semana passada? Ou então, sobre o fato de ter um namorado tão incompreensível? Ou até mesmo sobre o quanto ela se questionava se deveria estar ali mesmo!

Notando a confusão mental de Luise, Dr. Paul, inclina-se na poltrona, e diz:

– Diga  aquilo que primeiro veio em sua mente…

– Nossa! – pensou Luise – pensei tantas coisas que nem sei mais a primeira coisa que me veio a mente! – Sabe Dr, nem sei porque estou aqui, na verdade, acho que quem deveria estar sentada nesta poltrona era minha mãe!

Dr. Paul indaga: – Você acha isso? Por que?

– Porque quem tem sérios problemas é ela, ela nunca me entende, e acha que o senhor poderá me ajudar!

– E o que VOCÊ acha?

– O senhor não escutou? Eu não tenho problemas, quem tem é ela… Sabe de uma coisa, preciso ir, acho que estou perdendo meu tempo aqui. Quanto foi a sessão?

Dr. Paul, num gesto que surpreende Luise, levanta-se e abre a porta rapidamente:

– Não se preocupe com o pagamento jovem.

Luise, ainda surpresa com o gesto do analista, se levanta devagar, fita-o ligeiramente e sai do consultório meio confusa com tudo aquilo que disse.

Chegando em casa, vai direto para o quarto, liga o computador, e tenta se distrair. Tudo em vão, seus pensamentos retornavam àquele encontro confuso com o analista.

– Mas que coisa, não consigo entender o que fui fazer ali! Aquele homem não pode me ajudar em nada, ele iria me deixar mais confusa, com certeza! Quem ele pensa que é, para pedir para falar dos pensamentos que passam em minha cabeça? Fui só fui perder meu tempo lá!

No dia seguinte, Luise estava preparando-se para ir a aula de francês, e pediu que sua mãe a deixasse no curso. A mãe, que por sua vez estava atrasada para o trabalho, não deixou de atender ao pedido da filha, pois sabia que Luise não aceitava pegar carona ou andar algumas quadras. A senhora Marie sabia a filha que tinha, mimada desde sempre! E preferia obedecer as demandas de Luise.

Quando chegou ao curso, a professora abriu a porta da sala convidando Luise a entrar, e por algum motivo, ela lembrou do analista abrindo a porta do consultório para ela, porém, não convidando, mas expulsando. Pois foi a sensação que ela teve no final do encontro.

Aquilo lhe gerou um certo desconforto, e pela primeira vez, Luise pensou em algo inusitado, que talvez a faria voltar ao consultório daquele “velho curioso”, como ela o apelidou.

——————————-

Pensem um pouco neste encontro, e no próximo post, continuarei a narrativa, e no final farei algumas observações.

Au revoir!

M.A.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s