Paname, Je t’aime!

Cartões postais enfeitam a tela do cinema. Mas o que será isso? Uma propaganda de Paris chamando turistas para a cidade? Imaginem só amigos, é apenas o novo filme de Woody Allen – Meia noite em Paris! Oui! Que presente o diretor nos deu, pra mim, apenas as cenas iniciais já valeram a pena.

Alors, de fato, logo entramos no clima da cidade, junto com os figurantes que atravessam a rua, param num café, conversam, etc. Um jovem casal abre o filme discutindo a paixão que ele (o noivo) tem por Paris. Ah! Mas não qualquer Paris. Paris, na chuva, nos anos 1920…é sonhar demais? Não para Gil!

Os devaneios de Gil (Owen Wilson) são claros desde o começo, ele vive na nostalgia, numa época onde intelectuais frequentavam bares e cafés da cidade, caracterizando o ar boêmio da cidade. O filme é leve, encantador e com alto teor psicológico [diga-se de passagem] onde conceitos como “dissonância cognitiva” são lançados nos diálogos de maneira simples, encobrindo a complexidade da obra de Woody Allen.

Não é de hoje que o homem, através de filmes, demonstra o desejo em passear pelo tempo. Imagine poder voltar décadas atrás e apender com grandes intelectuais da época! Foi que o Gil fez, e fez muito bem! Encontrou com Hemingway, Gertrude Stein, Pablo Picasso, Salvador Dalí, ou seja, muitos escritores estrangeiros que foram a Paris obter inspiração para suas obras. Cenário parfait para isto, não?

A perplexidade de Gil perante seus ídolos é tão apaixonante que passamos a venerar os intelectuais e artistas assim como ele. O humor, algo indispensável nos filmes de Woody Allen está presente muitas vezes, até Dalí nos fez rir com seus rinocerontes!

Outros personagens também ganham destaque no filme. A queridíssima primeira dama interpreta uma guia do Museu Rodin e o personagem antipático, expert em TUDO é interpretado por Michael Sheen e solta uma pérola do tipo: Rodin, em suas obras era inspirado por sua esposa Camille. No entanto, sabe-se que Camille foi sua amante.

O filme fala de amor, mas não do “amor” entre  os protagonistas. Esse é o menor, se é que há mesmo. O amor abordado no filme de maneira implícita é aquele que acontece entre Paris, Woody Allen e o expectador! Ahhh, é desse amor que quero falar…

Paname, je t’aime!

Arco do Triunfo, Museu do Louvre, Torre Eiffel, não me encantam. Teus cafés e bares repletos dos mais deliciosos doces, não me encantam. Os restaurantes mais requintados e intimistas, não me encantam.

Não, não estou louca. Não vejo graça nas praças, nas ruas, nos famosos bairros nem muito menos nas catedrais. Estou cansada de tuas paisagens que respiram história, batalhas e conquistas.

O que esperar de ti ao pôr-do-sol? Nada além do comum. O que sinto ao caminhar por teus jardins? Nada além de tédio. Tuas artes espalhadas pelos quatro cantos me cansam. Teus monumentos arquitetônicos em nada me acrescentam…

Ah Paris, por que insiste em ser sedutora? Se na verdade não passas de uma cidade igual a tantas nesse vasto mundo! Repito: não estou louca.

Queres entender por que te humilho e igualo a tantas outras? Por que ainda não te conquistei, ainda estás no plano da fantasia para mim. E sei que nos dias em que eu puder respirar teus ares, não mais retornarei a minha casa “verde – amarela”.

O branco me proporcionará paz. O azul tranquilidade. E o vermelho invadirá meu coração confundindo meus sentidos, e como um dos seres mais arrependidos, pedirei perdão por tudo que disse anteriormente.

Se te tenho apenas no plano das ideias prefiro te renegar. Quando eu te conquistar, retomarei tais palavras de uma maneira como nunca viste alguém te amar.

Paname, tu es belle, magnifique. Pendant mes souhaits tu es parfait. C’est ça.

Voilà!

3 thoughts on “Paname, Je t’aime!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s